cachorro_gato_velho23

Doenças hormonais nos Pets, silenciosa e grave

   Com o aumento da longevidade nos cães e gatos, doenças concomitantes ou simultâneas ocorrem com mais frequência, sendo as endocrinopatias ou as doenças hormonais as mais comuns, importantes pela frequência com que ocorrem e pelo comprometimento que causam a qualidade de vida. Observadas frequentemente a partir da idade adulta e com uma elevação da frequência conforme a idade, podem estar associados a mais de uma doença endócrina tendo como consequência distúrbios graves e comprometendo a qualidade de vida dos nossos Pets.

   Devem ser pesquisadas e associadas as informações de idade, condição reprodutiva, predisposição racial e principalmente as doenças pré existentes. Normalmente a doença endócrina é crônica, incurável, havendo a necessidade de acompanhamento constante pelo profissional competente.

   Importante ressaltar que sinais clínicos não específicos podem ser manifestados pelas doenças endócrinas (hormonais), com uma variedade de manifestações clínicas, inclusive alterações neurológicos (convulsões), cardíacas (hipertensão), pulmonares (bronquites), cutâneas (piodermites-infecções da pele), otites e alopecias, ganho de peso através da obesidade, sedentarismo, fome e sede exacerbadas. Nos gatos a perda de peso e a mudança no comportamento devem chamar atenção. Além disso, muitas doenças endócrinas quando não diagnosticadas e tratadas podem se apresentar em caráter de urgência, onde a procura pelo serviço de saúde imediato se faz necessário para a manutenção da vida, como os casos da cetoacidose diabética ou o hipoadrenocorticismo. Muitas das vezes agravadas por doenças concomitante, tornando ainda mais difícil a identificação precoce, o manejo e o tratamento adequado.

   A avaliação através de check ups periódicos onde um exame físico minucioso é sempre necessário, associados a exames laboratoriais e de imagem, como a radiografia e ultrassonografia, principalmente quando alguma manifestação clínica compatível está presente. Exames específicos para o diagnóstico estão disponíveis e obedecem a critérios orientados pelos profissionais competentes, lembrando que a maioria das manifestações são inespecíficas e sistêmicas, com alterações diversas, tornando imprecisndível o diagnóstico e tratamento, permitindo o controle da doença e evitando situações emergenciais.

   Conte sempre conosco, a nossa infraestrutura aliada a equipe está apta para promover o estudo individual dos pacientes, com protocolos atualizados para orientar a pesquisa em busca do diagnóstico. Além de contar com especialistas de referência, fundamentais no atendimento aos pets.

CTI Veterinário | Clínica 24h 

image 12313754_792791700849074_2132190586018712572_n e1dd8aef-0429-41ed-b495-b5401689fd66 diag_new1

*Paulo Daniel Sant’Anna Leal
Coordenador Técnico do Centro de Terapia Intensiva e Emergência Veterinária
Médico-veterinário, Mestre-MSc, Doutor-DScV, Pós-Doutorando Diagnóstico de doenças concomitantes em animais de companhia. Curso de Pós-Graduação de Ciências Veterinárias. Anexo 1, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). BR 465 km 7. Campus Seropédica, 23.890-000, RJ. E-mail: ctivet@ctiveterinario.com.br

CTI VeterinárioDoenças hormonais nos Pets, silenciosa e grave

Deixe uma resposta