7 dicas

7 Dicas Para a Qualidade de Vida do seu Pet!

   Cães e gatos estão vivendo cada vez mais, a Medicina Veterinária evolui a cada dia, melhorando as técnicas de diagnósticos, tratamentos e o conhecimento das doenças e suas respectivas profilaxias, o arsenal terapêutico estão mais disponíveis e eficientes, com isso, aumentam a nossa responsabilidade na qualidade de vida dos Pets.

   Seguem 7 dicas que podem ajudar a dar uma vida longa e saudável a seu Pet, porém é fundamental que regularmente conforme a idade e fatores de risco, ocorra uma avaliação através de um profissional médico veterinário:

1. Sempre acaricie todo o corpo do seu Pet e ao perceber qualquer nódulo, caroço ou inchaço, procure imediatamente um serviço veterinário, busque um diagnóstico, a maioria das neoplasias quando diagnosticadas cedo possui chance de cura. Em caso de localizar na cadeia mamária a procura pelo serviço veterinário é mais urgente ainda, pois a maioria dos tumores de mamas nas fêmeas (cadelas e gatas) são malignos (câncer). Tumores em fígado, pulmão e baço só se manifestam quando avançados, crescem silenciosamente sem manifestar sintomas, exames de imagem (ultrassonografia/radiografia) são a melhor forma de diagnóstico, é indolor e seguro e devem ser feitos nos exames de rotina conforme a idade, a cada 6 meses ou um ano.

IMG_9423 CITOLOGIA 044

2. Em caso de observar claudicação (mancar), lembre-se que dor sempre significa algo importantes. A presença da dor pode ser seguido a trauma, presença de artrite, artrose, tumor ósseo. A avaliação de um profissional veterinário complementado por um exame de imagem é fundamental para o diagnóstico. Tumores ósseos são comuns em cães, portanto não medique por contra própria, busque um serviço profissional para ocorrer o diagnóstico.

Rx Steel VD 2 Ana Luisa Muniz.Sofia.1-25-Oct-2015

3. Evite a doença periodontal (DP) ou o cálculo dentário (tártaro). Causa desconforto, dor, incomodo ao se alimentar e tem como consequência diminuição da qualidade de vida, a escovação dos dentes e a higiene é a melhor forma de evitar. Quando presente provoca aftas (dor), agride vários orgãos a distância pela inflamação/infecção sistêmica. Tumores orais, sangramentos intestinais, emagrecimento progressivo e aumento abdominal, devem ser motivo de uma avaliação profissional. Exames orais são fundamentais para disgnóstico das doenças e tumores da cavidade oral, a sedação é fundamental para um exame completo e confiável, não oferece risco pois as drogas e os profissionais anestesistas permitem cada vez mais procedimentos de sucesso.

IMG_6939 IMG_6889

4. Qualquer mudança de comportamento como beber muita água (polidpsia), urinar muitas vezes (poliúria), perda de peso, diminuição do apetite, apetite exagerado, vômitos e ou diarréias eventuais,  enfim qualquer alteração na rotina do Pet, deve ser motivo para uma avaliação clínica pelo profissional veterinário.

exame_urina Cystoisospora canis (b) e Cyniclomyces guttulatus (f)

5. Feridas que não cicatrizam merecem atenção, tumores de pele são bastante frequentes, principalmente em Pets branquinhos, nas extremidades de orelha e nariz, além de doenças parasitarias graves (leishmaniose) e fúngicas (esporotricose).

6. Manter atualizada o protocolo de profilaxias através das vacinas. Utilizar proteção adequada contra pulgas, carrapatos, mosquitos, moscas, piolhos e qualquer tipo de vetor, pois estes através da picada podem transmitir doenças graves além da irritação, alergia e desconforto que esta causa no local.

zika Carrapatos

7. Tumores de próstata e a hiperplasia prostática nos machos são importantes fatores de doença nos cães machos não castrados, o exame através do toque, ultrassonografia e a urinálise são necessários e se completam. A hiperplasia de próstata é frequente em cães não castrados e devem ser acompanhadas na idade adulta, pois tem como consequência infecções recorrentes urinárias e podem causar graves pielonefrites e insuficiência renal.

image

e1dd8aef-0429-41ed-b495-b5401689fd66

Enfim várias dicas para seu Pet ter qualidade de vida.

Palavras chave: neoplasia, infecção, dor, diagnóstico precoce.

www.ctiveterinario.com.br

Paulo Daniel Sant’Anna Leal
Coordenador Técnico do Centro de Terapia Intensiva e Emergência Veterinária
Médico-Veterinário, Mestre-MSc e Doutor-DScV, Membro da Academia de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro.  Pós Doutorando Curso de Pós-Graduação de Ciências Veterinárias.  Anexo 1, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). BR 465 km 7. Campus Seropédica, 23.890-000, RJ. E-mail: ctivet@ctiveterinario.com.br

admin7 Dicas Para a Qualidade de Vida do seu Pet!

Comments 1

  1. Pingback: Vacinação dos Pets! Ato de Amor e de Carinho. | Blog do CTI Veterinário

Deixe uma resposta